Way2Blog

Tudo sobre gestão de energia e o setor elétrico!

Por Bianca Escrich, redatora na Way2 | 10 junho, 2020 | 0 Comentário(s)

Como identificar erros nos dados da medição de energia da usina?

Entenda quais são os principais erros e inconsistências nos dados da medição de energia e como solucioná-los com o auxílio de um sistema gestão e operação da medição para faturamento pode contribuir para aumentar a eficiência operacional e ganhos de uma usina geradora de energia.

Sem tempo para ler o artigo? Ouça aqui:

Falhas operacionais e erros de medição que resultam em um faturamento discrepante dos volumes de energia efetivamente produzidos são algumas das causas que podem gerar perda de receita por parte da usina.

Para conseguir identificar erros comuns nos dados, usinas passaram a adotar mecanismos de controle e monitoramento que proporcionam eficiência operacional na usina e maior capacidade de mitigar erros de contabilização da energia gerada ou de corrigi-los em tempo hábil, evitando perdas e penalizações vindas da CCEE.

A gestão da medição de energia por um sistema robusto e confiável é a maneira mais eficiente de realizar a correta contabilização da geração de energia em uma usina. Para isso, é imprescindível contar com uma tecnologia integrada ao Sistema de Medição para Faturamento (SMF). Isso porque os processos de medição de uma geradora de energia que não conta com esse tipo de tecnologia, pode apresentar maiores chances de erros que comprometem o faturamento da energia gerada junto à CCEE.

Entenda quais são os principais erros e inconsistências nos dados da medição de energia e como solucioná-los com o auxílio de um sistema de gestão da medição para faturamento pode contribuir para aumentar a eficiência operacional, mitigação de riscos regulatórios e perda de receita para uma usina geradora de energia.

medição de energia

Erros comuns nos dados da medição de energia

Sincronismo do relógio dos medidores

Um dos principais erros relatados na medição de energia pelos geradores são os de sincronismo do relógio do medidor. Esse erro dificilmente seria identificado sem o uso de uma plataforma que apresenta aos gestores falhas e inconsistências de dados em tempo real, permitindo a correção de desvios e otimização de processos para melhoria da performance operacional da usina. Caso esse tipo de erro não seja constatado e devidamente corrigido, pode ocasionar perda financeira significativa na geração, pois dados inconsistentes poderão ser enviados para CCEE.

Falhas no medidor de energia

Quando estamos falando de um medidor de faturamento, estamos falando de Hardware que é cabível de falhas, então a identificação desse tipo de erro é fundamental para garantir a correta contabilização de energia gerada junto à CCEE. Garantir a precisão do medidor de energia é garantir a eficiência do seu ativo, acompanhando os dados de maneira segura e confiável, através de relatórios e dashboard, assim suportando uma tomada de decisão muito mais assertiva.

Erros de calibração

De acordo com o ONS, a manutenção preventiva de cada SMF deve ser feita a cada dois anos. Além disso, os medidores devem passar por calibração a cada cinco anos. A manutenção preventiva objetiva verificar as conexões do sistema, condições de operação dos componentes e parametrização dos medidores. Já a calibração do medidor visa ajustar a exatidão e verificar se a precisão das medidas ainda atende a especificação exigida.

Seguir a agenda de manutenções do SMF é crucial para manter o sistema em plena condição de funcionamento e evitar possíveis problemas e penalidades. Nos casos de substituição de algum componente também é necessária a atualização do cadastro do SMF no SCDE, como por exemplo número de série e certificações.

Quando realizado este tipo de procedimento no medidor, é comum que o medidor apresente distúrbios momentâneos em sua medição, sendo necessário a correção destes valores junto à CCEE. Este é um procedimento padrão, porém nem todos os geradores se atentam a este processo, resultando em uma medição contabilizada de forma equivocada.

Falhas de comunicação entre SMF e CCEE

O monitoramento efetivo do canal de comunicação entre SMF e CCEE é fundamental para identificar possíveis quedas na conexão entre medidor e SCDE e consequentes atrasos no envio dos dados ou inspeções lógicas malsucedidas, antecipando-se ao órgão regulador e evitando penalidades. Ao não monitorar esse canal, o agente que possui problemas no sistema de comunicação do SMF só fica ciente da falha após a inspeção lógica malsucedida e advertência do órgão regulador. Já com a aplicação da tecnologia, consegue monitorar toda e qualquer ação da CCEE sobre os seus medidores, tornando assim os processos muito mais robustos e seguros.

Alternativas para evitar erros nos dados da medição de energia

Além desses, há ainda outros diversos erros nos dados da medição de energia que podem ser identificado e corrigidos a partir da adoção de tecnologia exclusiva para promover a gestão da medição de energia da sua usina. Dessa forma, é possível não apenas tornar o processo de medição mais confiável, como também a gestão da geração mais eficiente.

Uma alternativa para alcançar a eficiência operacional em usinas é a aplicação de tecnologia integrada ao Sistema de Medição para Faturamento (SMF). Ao conectar a tecnologia ao medidor de energia, gestores passam a realizar o acompanhamento das medições em tempo real e com inteligência de dados. Fator que viabiliza a gestão proativa dos SMFs, segurança regulatória e visão integrada da performance de geração de energia. Dessa forma, gestores têm maior autonomia para prevenir penalidades e garantir boas práticas para a correta contabilização de energia e alcance da eficiência operacional.

A plataforma de gestão de energia aplicada diretamente sobre o SMF automatiza a coleta e análise de dados, centralizando indicadores de performance de geração de energia em dashboards e relatórios customizados. Ainda hoje, muitas usinas realizam esse processo de análise de dados manualmente por meio de planilhas e relatórios do Sistema de Coleta de Dados de Energia (SCDE). Isso pode ocasionar uma série de problemas, como erros de medição, dados inconsistentes e falhas nos medidores.

A medição para faturamento a partir de dados confiáveis coletados do medidor de geração de energia em tempo real e devidamente validados, contribui para identificação de erros e inconsistências nos dados da medição de energia fazendo a correção automática de falhas.

Assim, os erros nos dados da medição de energia são devidamente corrigidos, evitando penalidades ao mantê-los dentro das regras e procedimentos da CCEE e ONS, além de manter os padrões de exatidão necessários ao faturamento e controle do processo de contabilização de energia elétrica no âmbito da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).

geração de energia de biomassa

Deixe seu comentário!

Assine nosso blog ;)

Mantenha-se atualizado sobre o que está acontecendo quando o assunto é energia