Way2Blog

Tudo sobre gestão de energia e o setor elétrico!

Por Bianca Escrich, redatora na Way2 | 18 novembro, 2020 | 0 Comentário(s)

Gestão de energia na Indústria 4.0

O conceito de indústria 4.0 aplicada ao setor elétrico possibilita a gestão de energia nas empresas para que seja possível agir proativamente no controle de consumo a partir da aplicação de novas tecnologias como IoT e outras soluções inovadoras.

Sem tempo para ler o artigo? Ouça aqui:

gestao de energia na industria

A transformação digital impulsionou a consolidação da indústria 4.0. O conceito, criado na Alemanha, visa promover a automatização dos processos industriais para aumentar a produtividade, gerando maior competitividade dos mais diversos segmentos de mercado. 

Entre as principais tecnologias da indústria 4.0 estão a Internet das Coisas – IoT (Internet of Things) – e a Inteligência Artificial. Essas novas tecnologias são usadas a favor da indústria, a fim de mitigar os impactos negativos e maximizar a cadeia de valor de determinado setor industrial, tornando o processo produtivo e mais eficiente.

Já é possível constatar os avanços do setor elétrico a partir da adoção de soluções tecnológicas para o monitoramento de processos gerenciais. Iniciativa que contribui para eliminar rotinas manuais e aumentar o nível de governanças sobre a operações com análises confiáveis sobre dados e informações para alcance da eficiência operacional.

Entenda o conceito de Indústria 4.0 aplicada a gestão de energia nas empresas

A indústria 4.0, também chamada de Quarta Revolução Industrial, é marcada pela era da informação digital. O conceito de indústria 4.0 aplicada ao setor elétrico possibilita a gestão de energia nas empresas para que seja possível agir proativamente no controle de consumo energia, a partir da aplicação de novas tecnologias como IoT e outras soluções inovadoras.

A redução de custos, por meio da otimização de processos e recursos, sem perda de qualidade e capacidade produtiva, é um dos grandes desafios da indústria brasileira e mundial em um ambiente de crescente competitividade. No entanto, o país possui um enorme potencial para se destacar nesta nova economia que envolve ganhos de eficiência, redução nos custos de manutenção de máquinas e consumo de energia.  

De acordo com levantamento da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), a estimativa anual de redução de custos industriais com a adoção de conceitos da Indústria 4.0 na matriz produtiva brasileira poderia gerar uma economia de R$ 73 bilhões ao ano. Já os ganhos de eficiência produtiva correspondem a uma economia de R$ 31 bilhões. 

Para isso, é necessário usar a tecnologia a favor da operação. Nesse cenário, a tecnologia da informação se torna parte integral dos processos industriais, e decisões são tomadas de forma automatizada por meio do gerenciamento de um grande conjunto de dados armazenados, trazendo maior agilidade, previsibilidade e confiabilidade para auxiliar na tomada de decisões.

Solução para a gestão de energia na Indústria

Para promover a gestão de energia na indústria, muitas empresas passaram a investir em soluções inovadoras para reduzir e controlar os custos com esse insumo, trazendo eficiência energética e aumentando a competitividade do negócio e sua sustentabilidade no mercado. 

Confira algumas:

Automação de cargas

A adoção de um software de gestão de energia permite a automação de cargas, a partir da identificação do perfil de consumo e carga. Fator que auxilia o diagnóstico de um projeto de eficiência energética, seja em empresas ou indústrias, e permite ainda o monitoramento para o acompanhamento contínuo das ações de melhoria operacional. 

Acionamento dos equipamentos de forma automática

Novas tecnologias como IoT e Machine Learning possibilitam o acionamento de equipamentos de forma automática, determinado a partir da análise do perfil de consumo e comportamento operacional. Assim, é possível definir ações estratégicas de gestão de energia levando em conta as particularidades da produção industrial, assim como a criação de alertas para identificar problemas com consumo ineficiente de energia e outras anomalias na operação. 

Gestão de dados e informações operacionais

Com base em um banco de dados robusto, a automatização operacional permite promover a gestão eficiente de energia apoiada em dados e informações monitoradas em tempo real. Essas informações de energia podem ser usadas para um melhor entendimento do perfil de uso de energia de uma operação, simular cenários de flexibilização de carga e, até mesmo, comparar unidades ou setores que podem ser mais lucrativos ou com uma melhor eficiência energética. 

Soluções tecnológicas aplicadas a operação das indústrias proporcionam maior eficiência operacional ao longo de toda a cadeia de produção e logística. Dessa forma, torna-se viável obter um maior nível de governança sobre os dados/operação que possibilita velocidade e dinamismo no acesso aos dados operacionais para a tomada de decisão assertiva.

powerhub

Deixe seu comentário!

Assine nosso blog ;)

Mantenha-se atualizado sobre o que está acontecendo quando o assunto é energia