Way2Blog

Tudo sobre gestão de energia e o setor elétrico!

Por Thaís Santana e Maju Martins, Coordenadora de Operações On-site e Analista de Customer Marketing | 15 dezembro, 2023 | 0 Comentário(s)

Entenda como o sistema da Way2 apoia as distribuidoras no controle das perdas de energia 

Com a Plataforma Integrada de Medição (PIM), software da Way2, as distribuidoras conseguem controlar e gerenciar com eficiência os indicadores de perdas de energia, além de reduzir custos e contribuir para a construção de um futuro mais sustentável.

perdas de energia

No vasto panorama energético do Brasil, a distribuição de energia se destaca como o elo crucial que conecta a produção à demanda, impulsionando o funcionamento de residências, empresas e indústrias. Em meio à diversidade geográfica do país, as distribuidoras de energia desempenham um papel vital ao garantir que a eletricidade gerada seja eficientemente transportada para todos as regiões, independente das complexidades territoriais. E, neste contexto, esses agentes estão expostos às perdas de energia

As perdas de energia se referem à energia elétrica gerada que passa pelas linhas de transmissão e redes da distribuição, mas que não chega a ser comercializada, seja por motivos técnicos ou comerciais. O transporte da energia, tanto na rede básica quanto na distribuição, resulta inevitavelmente em perdas técnicas, pois parte dela é dissipada no processo de transporte, transformação de tensão e medição em decorrência das leis da física. 

Considerando este cenário dinâmico, é importante que os agentes da distribuição de energia no Brasil apliquem estratégias que mitiguem as perdas, apoiando a construção de um futuro energético mais seguro, eficiente e resiliente. 

Impacto das perdas de energia no sistema elétrico

As perdas técnicas na rede básica (linhas de transmissão) são calculadas pela diferença da energia gerada e entregue nas redes de distribuição. Essas perdas são apuradas mensalmente pela Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) e o seu custo, definido anualmente nos processos tarifários, é rateado em 50% para geração e 50% para os consumidores.

Essas perdas na rede básica representaram aproximadamente 2,6% da energia gerada em 2022. As perdas na distribuição são obtidas pela diferença entre a energia elétrica adquirida pelas distribuidoras e a faturada aos seus consumidores. As perdas técnicas, inevitáveis em qualquer sistema de distribuição, variam conforme as características de carregamento e configuração das redes de cada área de concessão, sendo reconhecidos pela Aneel nas tarifas, apenas os níveis eficientes.

Perdas na distribuição

O sistema de distribuição é dividido conforme os segmentos de rede (alta, média e baixa tensão), transformadores, ramais de ligação e medidores. E, para cada um desses segmentos, aplicam-se modelos específicos, utilizando-se de informações simplificadas das redes e equipamentos existentes. Como, por exemplo, comprimento e bitola dos condutores, potência dos transformadores e energia fornecida às unidades consumidoras. Com base nessas informações, estima-se o percentual de perdas técnicas eficientes sobre a energia injetada, que é a energia elétrica inserida na rede de distribuição para atender aos consumidores, incluindo as perdas.

Perdas não técnicas

Já as perdas não técnicas, apuradas pela diferença entre as perdas totais e as perdas técnicas, têm origem principalmente nos furtos (ligação clandestina, desvio direto da rede), fraudes (adulterações no medidor ou desvios), erros de leitura, medição e faturamento. Essas perdas, também denominadas popularmente de “gatos”, estão em grande quantidade associadas à gestão da concessionária e às características socioeconômicas das áreas de concessão.

Os montantes de perdas não técnicas, na regulação, têm sido divididos pelo mercado de baixa tensão, que pode ser medido ou faturado, dado que essas perdas ocorrem predominantemente na baixa tensão.

Como utilizar o sistema da Way2 na gestão de indicadores de perdas de energia 

As perdas de energia representam um desafio significativo, mas também uma oportunidade para melhorar a eficiência operacional e promover a sustentabilidade. Adotar práticas e tecnologias que apoiem no mapeamento dessas perdas não apenas beneficia as empresas financeiramente, mas também contribui para a mitigação das mudanças climáticas e a conservação dos recursos naturais.  

Em um mundo onde a demanda por energia continua a crescer, a gestão eficiente se torna crucial para um futuro mais sustentável. O software da Way2 Technology, PIM (Plataforma Integrada de Medição), é utilizado pelo segmento de distribuição para composição do processo de geração dos percentuais de perdas. 

No cenário complexo e dinâmico das operações elétricas, o efetivo monitoramento e gestão das perdas técnicas constituem elementos críticos para garantir a eficiência operacional e a sustentabilidade do sistema. Nesse contexto, a plataforma PIM emerge como uma ferramenta fundamental, oferecendo recursos avançados para o acompanhamento diário e análise das perdas, proporcionando uma visão abrangente e integrada. 

Acompanhamento diário 

Uma das características essenciais da plataforma PIM é sua capacidade de fornecer um acompanhamento diário das perdas técnicas por meio das ferramentas de gráfico histórico. Esse recurso permite um monitoramento minucioso das variações de carga de cada medidor, fornecendo insights valiosos para a identificação de padrões e tendências ao longo do tempo. Com a visualização clara e detalhada proporcionada pelo PIM, os gestores podem tomar decisões informadas e proativas para otimizar o desempenho operacional. 

Pontos virtuais e fórmulas configuráveis 

Outro diferencial da Plataforma Integrada de Medição da Way2 é a capacidade de configurar pontos virtuais com fórmulas específicas para o cálculo das perdas. Essa abordagem inovadora possibilita o acompanhamento diário das perdas registradas pelos medidores até o momento, oferecendo uma visão em tempo real do desempenho do sistema. Além disso, ao integrar informações como perdas, carregamentos de carga e níveis de tensão em um único local, o PIM simplifica a análise e a interpretação dos dados, permitindo uma compreensão holística das operações. 

Templates para análise eficiente  

A funcionalidade de salvar templates na plataforma PIM é uma vantagem estratégica significativa. Essa capacidade permite que os profissionais realizem análises comparativas entre diferentes cenários sem a necessidade de repetição de trabalho. Ao criar e salvar templates personalizados, os usuários podem explorar diversas configurações e estratégias, impulsionando a eficiência operacional e facilitando a tomada de decisões fundamentadas. 

A importância de contar com um software agnóstico à equipamento

Como vimos, as perdas não técnicas representam um desafio crítico que afeta diretamente o faturamento das concessionárias de distribuição de energia. Considerando essa realidade, a implementação do PIM como um software robusto para otimização das análises manuais e que concentre de forma eficiente os inúmeros dados para geração do percentual de perdas.

Além de agilizar os processos manuais, abre portas para uma série de análises detalhadas, essenciais para o desenvolvimento de metodologias inovadoras visando à mitigação dessas perdas. Além de ser uma plataforma agnóstica à equipamento, ou seja, se o protocolo de comunicação dos medidores estiver aberto ou parcialmente aberto – independente do fabricante ou tipo do medidor – a solução consegue ler os dados contidos neles, possibilitando que as distribuidoras obtenham equipamentos de qualquer fabricante. 

O diferencial do PIM reside na sua capacidade de ser mais do que um mero software de análise. Ele se estabelece como um ponto de partida para a construção de estratégias sólidas e eficientes que podem revolucionar a abordagem das concessionárias no enfrentamento das perdas não técnicas.

Portanto, é inegável o potencial transformador do PIM e a atuação direta para atendimento regulatório no âmbito das concessionárias de energia. Sua presença simplifica processos e é um propulsor de inovação, abrindo caminho para um futuro mais eficiente e sustentável no setor de distribuição de energia.

distribuidoras de energia

Deixe seu comentário!

Assine a Way2News

Saiba o que está acontecendo quando o assunto é energia e tecnologia