Way2Blog

Tudo sobre gestão de energia e o setor elétrico!

Por Greyci Girardi, redatora na Way2 | 17 junho, 2019 | 0 Comentário(s)

Consultoria e tecnologia para o monitoramento de energia

Consultorias e sistemas de monitoramento de energia elétrica, quando caminham juntos, potencializam resultados e possibilitam planejamentos mais assertivos em direção à eficiência energética.

Sem tempo para ler o artigo? Ouça aqui:

software para monitoramento de energia

Quando uma empresa decide trilhar o caminho da eficiência energética e implantar a gestão de energia no seu negócio, ela pode recorrer a diferentes ferramentas e soluções que facilitam esse processo. Entre elas, estão os softwares e os serviços de consultoria em gestão de energia.

Tanto a adoção de um software, quanto a contratação de uma consultoria, são meios que possibilitam resultados surpreendentes e facilitam o processo de gestão. Entretanto, se essas soluções não forem utilizadas de maneira integrada, os resultados serão limitados e os investimentos podem ser infrutíferos. É preciso unir forças.

Para entender como a soma de esforços entre um software de gestão e uma consultoria pode potencializar resultados, vamos primeiramente entender essas duas soluções separadamente.

Consultoria em gestão de energia: aliado para um planejamento eficaz

Ao contratar uma consultoria em gestão de energia, uma organização espera conhecimento técnico e estratégico para orientar as ações mais adequadas ao negócio, que tragam a redução esperada no consumo de energia e, consequentemente, economia e competitividade.

Pode-se esperar de uma consultoria, entre outros serviços, que ela:

  • Compreenda em profundidade o perfil de consumo do cliente e identifique pontos de ineficiência e oportunidades de melhoria em relação ao uso da energia;
  • Oriente a tomada de decisões relacionadas à gestão de energia, desde a otimização de recursos, como máquinas e equipes, até processos mais complexos, como o enquadramento tarifário ou a migração para o Mercado Livre, no caso das empresas que buscam essa transição;
  • Audite as faturas de energia, identificando desvios e cobranças indevidas;
  • Acompanhe tratativas junto a geradoras, distribuidoras e comercializadoras de energia, tendo como base os interesses do cliente e suas estratégias no âmbito da gestão de energia.

O escopo de uma consultoria será adequado às necessidades do cliente e ao seu perfil de consumo. No entanto, pode-se dizer que todas as empresas terão um ponto em comum: a consultoria contratada dependerá de dados e parâmetros confiáveis sobre o consumo de energia, para que possa desenvolver seu trabalho da maneira mais assertiva e eficiente possível. Os resultados pretendidos dependem totalmente dessa base de informações e é nesse ponto que os softwares fazem a diferença.

O que são os softwares de monitoramento de energia

Os softwares de gestão de energia reúnem funcionalidades que permitem às empresas monitorar permanentemente e em tempo real o consumo de energia em suas operações. Com isso, uma organização é capaz de perceber onde está usando a energia de forma inadequada e onde pode adotar ações que otimizem o consumo e tragam eficiência energética.

Além do monitoramento do consumo, os softwares oferecem recursos como:

  • O alerta de ocorrências ou anomalias, permitindo a tomada de ações corretivas de imediato;
  • O processamento e o controle de faturas;
  • A medição segmentada por lojas, setores ou unidades do negócio;
  • A simulação de cenários para dimensionar o uso de equipamentos, o melhor enquadramento tarifário ou o melhor ambiente para a contratação de energia;
  • Indicadores de performance energética;
  • Acesso a gráficos e relatórios gerenciais em relação ao consumo;

Outro grande benefício dos softwares de gestão é que eles sistematizam as informações sobre o consumo de uma maneira que possibilita análises contextualizadas do cenário energético da organização. Por isso mesmo não seria lógico uma empresa dissociar seu processo de gestão de energia conduzido por uma consultoria das potencialidades que o seu software de gestão oferece.

Como usar a consultoria e o software de gestão de energia?

Quando uma empresa opta por contratar uma consultoria em gestão de energia, ela deve ter a clareza de que esse trabalho alcançará melhores resultados se for baseado em dados estratégicos e fiéis à realidade operacional do negócio. Consultorias tendem a realizar diagnósticos para que possam sugerir um planejamento de ações. Não há como se pensar em um diagnóstico aderente à realidade se não for construído em cima de parâmetros consistentes e que ofereçam uma visão sistêmica de como a organização funciona.

Dessa forma, uma consultoria que baseia suas orientações em análises isoladas de faturas, por exemplo, estará emitindo orientações e recomendações levando em conta “médias” e picos e ignorando por completo os fatores que compuseram o montante de energia faturado naquele período. Informações sobre picos de consumo não revelam com precisão quais setores, equipamentos e processos são decisivos para aquele consumo. Com isso, a consultoria priva o cliente de identificar as ações que efetivamente são mais estratégicas para o negócio alcançar eficiência energética e ganho em competitividade.

Por outro lado, uma consultoria que compreende as funcionalidades dos softwares de gestão de energia e a gama de dados e indicadores que eles oferecem, e que usa isso como um recurso estratégico em seu trabalho, terá muito mais subsídios para um diagnóstico energético confiável e rico em elementos que permitam um planejamento de gestão eficaz.

Com o monitoramento ao longo de um dia, rapidamente é possível identificar ações simples para a redução no consumo, como, por exemplo, intervir na programação de uso dos equipamentos para cortar desperdícios e deslocar cargas. O monitoramento diário e em tempo real também oferece um panorama detalhado que permite a construção do perfil de consumo da organização, informação indispensável para decisões como o melhor enquadramento tarifário ou o melhor ambiente para a contratação de energia. Esses são apenas alguns exemplos práticos de como a consultoria integrada ao software de gestão tende a ser muito mais útil e produtiva.

Unir esforços para orientar resultados

A eficiência energética está na pauta de toda organização que busca redução de custos, maior competitividade e modos mais sustentáveis de operação. A gestão de energia é o caminho para alcançar a eficiência energética pretendida e o mercado disponibiliza uma série de serviços e ferramentas que facilitam a gestão.

Consultorias podem ter importante papel nesse processo, orientando ações que tragam a redução do consumo e a competitividade desejada. Para isso, contudo, é fundamental que o trabalho não esteja dissociado dos softwares de gestão de energia e dos dados e parâmetros que eles são capazes de fornecer (e que são extremamente relevantes na tomada de decisões assertivas e condizentes com os objetivos estabelecidos).

É preciso unir consultoria e software para que os esforços de ambos, juntos, sejam potencializados e orientem o caminho do resultado.

gestão de energia

Deixe seu comentário!

Assine a Way2News

Saiba o que está acontecendo quando o assunto é energia e tecnologia